Cuidados essenciais com as lentes de contato

O que você está fazendo? Você deixa a água da torneira entrar em contato com suas lentes de contato.

Por que deve parar? – “Parece inofensivo, certo? Errado. A água da torneira não é salgada como as lágrimas são, por isso, as lentes de contato tendem a absorver a água e inchar. Isso vale até mesmo para a água que bebemos, que não é estéril e contém microorganismos. Se a sua lente incha, a forma como ela se encaixa no seu olho se altera também, e, muitas vezes, a lente começa a apertar o olho. Esta pressão pode abrir pequenas fissuras na córnea, por onde microorganismos podem entrar, podendo causar infecções. É por isso que é importante não tomar banho ou nadar com suas lentes de contato. Além disso, você nunca deve usar água no lugar da solução para armazenar suas lentes de contato”, afirma a oftalmologista Sandra Alice Falvo (CRM-SP 59.156).

O que você está fazendo? Suas lentes de contato estão incomodando, mas você não tem solução disponível no momento, então usa água ou a própria saliva como “solução de emergência” para lavá-las antes de recolocá-las nos olhos.

Por que deve parar? – “Sua saliva é composta por bactérias que pertencem à sua boca e não aos seus olhos. Colocar suas lentes em contato com a sua saliva é como colocá-las numa pia de louça suja, certamente você não quer fazer isso. Se você se pegar em uma situação onde suas lentes de contato estão incomodando, mas você não tem acesso à solução e ao estojo das lentes de contato, a melhor aposta é jogar as lentes fora. Outra opção é usar um lubrificante ocular para tentar aliviar qualquer desconforto. E, claro, é sempre aconselhável levar um vidrinho de solução e um estojo de lentes com você em todos os momentos”, ensina a oftalmologista Meibal Junqueira (CRM-SP 131.404).

O que você está fazendo? Você está reutilizando sua solução.

Por que deve parar? – “Reciclar a solução é como implorar por uma infecção ocular. Todos os detritos e bactérias que estão em seus olhos e nas suas lentes de contato vão para a solução. Então, se você está reutilizando a solução, isso significa que você está deixando suas lentes de contato de molho numa piscina cheias de bactérias e, em seguida, está colocando essas mesmas lentes, que não estão limpas, de volta nos olhos. Se você tiver qualquer fissura microscópica na sua córnea, essas bactérias podem infectar a sua córnea. Ao invés de reciclar a solução, aposte na prevenção, tenha o cuidado de usar uma nova solução a cada vez que você precisar armazenar suas lentes. Ou, se você odeia lidar com a solução e o processo de armazenamento das lentes, considere as lentes descartáveis diárias”, recomenda a oftalmologista do IMO, Sandra Falvo.

O que você está fazendo? Você está usando o mesmo estojo de lentes de contato por tanto tempo que não consegue lembrar mais a última vez que o trocou.

Por que deve parar? – “Jogue o estojo antigo no lixo agora. Estojos de lentes de contato devem ser utilizados, no máximo, por três meses, depois desse tempo devem ser substituídos por um novo. As soluções de limpeza conseguem manter seu estojo em boas condições somente por um período de três meses”, defende a oftalmologista do IMO, Meibal Junqueira.

O que você está fazendo? Você lava seu estojo de lentes de contato com água, em seguida, fecha-o antes de deixá-lo secar completamente.

Por que deve parar? – “A melhor maneira de manter seu estojo de lentes de contato limpo é lavá-lo com a solução, e não com água, uma vez que a água não deve entrar em contato com suas lentes de contato. Em seguida, limpe o estojo seco com uma toalha de papel descartável limpa ou deixe-o secar completamente antes de colocar as tampas de volta. Às vezes, é melhor comprar um estojo novo do que tentar desinfetá-lo por si mesmo”, orienta Sandra Falvo.

O que você está fazendo? Você está usando uma “solução talibã” ou sem marca reconhecida.

Por que deve parar? – “Quando você opta por comprar uma solução genérica, ‘talibã’, você está jogando na roleta. Isso porque você não sabe que tipo de produto estará fazendo uso. A melhor forma de escolher uma solução é perguntar ao seu oftalmologista sobre qual das soluções disponíveis no mercado é a mais indicada para você. Após a prescrição médica, o ideal é manter a marca. Não é uma boa ideia mudar a solução sem uma consulta ao oftalmologista, pois você pode desenvolver alergias, sensibilidades e olho seco”, destaca Meibal Junqueira.

O que você está fazendo? Você está usando as mesmas lentes de contato prescritas pelo seu oftalmologista há cinco anos.

Por que deve parar? – “Você não deve continuar usando lentes de contato prescritas há vários anos sem uma nova avaliação oftalmológica. Para começar, a prescrição pode não ser mais válida. Mas outra coisa a considerar é que a solução das lentes armazenadas tem uma data de validade. Assim, além das lentes estarem vencidas, a data de validade da solução pode ter expirado também, o que pode causar infecção e desconfortos devido à mudança de pH e à maior chance das lentes se contaminarem por microrganismos”, afirma Sandra Falvo.

O que você está fazendo? Você tem uma receita para lentes de duas semanas, mas só usa as lentes de contato uma vez por semana, para os jogos de futebol. Assim, está pensando em guardar e utilizar as lentes uma vez por semana, durante 14 semanas…

Por que deve parar? – “Se as lentes de contato são aprovadas para serem usadas por 14 dias, isto significa que são duas semanas a partir do momento em que você abre o pacote das lentes e não 14 dias de uso, quando você bem quiser. Após esse período de tempo, de duas semanas, a superfície da lente vai começar a se alterar, podem surgir fissuras, o que o deixará vulnerável à formação de muco e ao ataque de bactérias que podem levar à infecções”, ensina Meibal Junqueira.

O que você está fazendo? Sua visão é um pouco embaçada, seus olhos doem um pouco, mas você usa suas lentes de contato de qualquer maneira.

Por que deve parar? – “No caso de lentes de contato, faça desse o seu mantra: em caso de desconforto, tire as lentes. Se elas estão lhe causando algum desconforto, se seus olhos estão vermelhos, é melhor ouvir o seu corpo do que sofrer, e, potencialmente, desenvolver uma infecção. Você deve se certificar de que seus olhos estejam bem e confortáveis com as lentes. Seus olhos devem estar claros, a parte branca deve estar visível. Seus olhos não devem ficar vermelhos ou irritados. Se você não está vendo bem, isso é um sinal de que há um problema. Seus olhos devem se sentir bem com as lentes, sem nenhuma dor física ou desconforto. A primeira linha de defesa deve ser a aplicação de lubrificantes oculares próprios para usuários de lentes de contato. Mas se isso não for suficiente, tire as lentes. Inspecione as lentes, certifique-se que não estão rasgadas ou cortadas”, recomenda Sandra Falvo.

O que você está fazendo? Você coloca suas lentes de contato depois de colocar a sua maquiagem.

Por que deve parar? “Acredite ou não, há uma ordem correta de operações para as pessoas que usam maquiagem e lentes de contato. Para evitar que a maquiagem entre em contato com suas lentes, é preciso colocar as lentes antes de aplicar a maquiagem, e, em seguida, retirá-las antes de remover a maquiagem dos olhos. Também não é recomendável colocar cremes ou loções nas mãos antes de manusear as lentes de contato. Suas mãos devem estar limpas, então, você deve colocar suas lentes em primeiro lugar, antes de manipular qualquer produto de beleza”, diz Meibal Junqueira.

O que você está fazendo? Você usa maquiagem à prova d’água.

Por que deve parar? – “As usuárias de lentes de contato não devem usar maquiagem à prova d’água, porque se a maquiagem ficar na lente, ela vai se ligar à ela. E como a maquiagem à prova d’água requer um removedor à base de óleo, ele vai  lubrificar os olhos e as lentes”, ensina Sandra Falvo.

O que você está fazendo? Você está usando suas lentes diárias por mais de um dia, ou suas lentes mensais por mais de um mês….

Por que você deve parar? – “Suas lentes de contato são feitas de plástico, mas elas têm poros para ajudá-las a mantê-las úmidas em seus olhos. No entanto, esses poros podem ficar sujos, acumulando detritos e sujeira nas lentes. Se você usa suas lentes de contato por mais tempo do que o recomendado, você está se preparando para ter alguns dos problemas a seguir: irritação ocular, olho seco, infecção e desconforto geral. O benefício das lentes de uso diário é que com elas não é necessário o uso de solução de limpeza/armazenamento, essas lentes não foram feitas para serem armazenadas, se você faz isso está colocando o seu olho em risco e perdendo o benefício da troca diária”, afirma Meibal Junqueira.

O que você está fazendo? Você está dormindo com suas lentes de contato.

Por que deve parar? “Dormir com as lentes de contato é como dormir com a cabeça em um saco plástico. Isso porque dormir com as lentes limita severamente a transmissão de oxigênio para os olhos. Quando você está acordado, sua córnea recebe o oxigênio do ar e da lágrima. Mas quando você está dormindo, a córnea recebe menos alimento, lubrificação e oxigênio, porque seus olhos estão fechados e você não está piscando. Portanto, quando você coloca um pedaço de plástico sobre a córnea durante a noite, você está privando sua córnea de oxigênio. Isso pode fazer com que sua lente de contato comprima seus olhos, causando fissuras microscópicas na córnea. E se há um microorganismo também no seu olho, pode haver infecção”, alerta Sandra Falvo.