Laser para tratar degeneração macular

Embora nenhum tratamento para degeneração macular relacionada à idade (DMRI) possa restabelecer a visão perdida para a doença, algumas drogas – tais como anti-angiogênicos- podem ser capazes de retardar ou evitar a perda de visão adicional ou mesmo melhorar a visão restante até certo ponto .

Além disso, alguns tratamentos experimentais têm mostrado como uma promessa para reverter, pelo menos, parte da perda de visão em pessoas afetadas pela degeneração macular.

Fotocoagulação a laser

A fotocoagulação a laser é um tratamento para degeneração macular úmida. O procedimento usa luz laser para destruir ou lacrar novos vasos sanguíneos para evitar fuga ou escape de sangue.

Uma grande desvantagem da fotocoagulação por laser, no entanto, é que o procedimento produz pequenas cicatrizes na retina, que causam pontos cegos no campo visual do paciente. Por este motivo, o procedimento a laser não é mais amplamente utilizado para o tratamento da DMRI.

 Os cientistas estão trabalhando em maneiras de reduzir a formação de cicatrizes e também estão estudando os tratamentos a laser para a degeneração macular em sua forma seca, mas os progressos têm sido lentos.

Cerca de 15-20% dos pacientes com a forma úmida da doença têm o tipo de sangramento sob a retina (neovascularização de coroide ou CNV), que pode qualificá-los para este tipo de tratamento.

Nos últimos anos, os tratamentos como a terapia fotodinâmica Visudyne tornaram-se mais populares do que a fotocoagulação a laser para o tratamento de degeneração macular.

Espera-se, que no futuro, tratamentos experimentais para a degeneração macular, que ainda não estão aprovados, possam proporcionar resultados ainda melhores do que aqueles que estão disponíveis hoje.