Lesões oculares causadas por quedas têm aumentando

Um novo estudo constata que as internações de pessoas que sofreram trauma ocular, independentemente de ter sido esta a lesão primária, aumentaram 18% em 13 anos. A maior parte do aumento ocorreu devido a quedas entre pessoas com mais de 65 anos. Mas existem medidas preventivas simples que podem fazer com que os idosos fiquem em segurança.

 

De acordo com os dados da pesquisa, entre 2001 e 2014, quase um milhão de internações hospitalares tiveram a lesão ocular como diagnóstico primário ou secundário. O número de pacientes hospitalizados, principalmente por causa de uma lesão ocular diminuiu, mas o número de internados por outro motivo que também tinham uma lesão ocular aumentou 31% – de 14,5 para 19,0 por 100.000 pessoas. Os pesquisadores estimaram que 82% do aumento das lesões oculares secundárias foram atribuídas a quedas em pacientes idosos.

 

A mudança nas lesões oculares provavelmente é causada pelo aumento da taxa de quedas em uma população envelhecida, disseram os pesquisadores. Eles observam que a taxa de quedas nos Estados Unidos aumentou constantemente na última década e é provável que continue a aumentar à medida que mais pessoas vivem mais e os idosos se tornam mais independentes.

 

“Entre os pacientes que foram hospitalizados, principalmente por uma lesão ocular, o diagnóstico mais frequente foi fratura orbital ou lesão traumática no osso da cavidade ocular. Essas lesões são geralmente o resultado de traumatismo contuso nos olhos. Para os pacientes cuja lesão ocular era o diagnóstico secundário, as lesões oculares mais comuns eram olho roxo e lesões nas pálpebras e glândulas lacrimais”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do Instituto de Moléstias Oculares (IMO).

 

Risco de cair

 

Pessoas com a visão diminuída correm um risco maior de cair. Problemas comuns de visão, como catarata, glaucoma e degeneração macular, podem provocar quedas. Felizmente, essas condições geralmente são evitáveis ​​ou tratáveis. “A catarata pode causar visão embaçada, dificultando a visão e aumentando o risco de queda.  Um estudo recente descobriu que fraturas de quadril são menos prováveis ​​depois que uma pessoa faz uma cirurgia de catarata”, diz Centurion.

 

“Pessoas com degeneração macular tem a visão central afetada. Isso significa que alguém pode facilmente deixar um objeto cair em seu caminho e tropeçar nele. Pessoas com glaucoma geralmente perdem a visão periférica (lateral), o que  pode aumentar o número de esbarrões.  O paciente pode colidir com uma parede ou mesa que não viram, o que os fez cair. Pacientes que tiveram um  AVC também podem ter problemas de visão que podem levá-los a esbarrar nas coisas e cair”, informa o oftalmologista Juan Caballero, que também integra o corpo clínico do IMO.

 

A cada ano, mais de um em cada quatro idosos cai, mas menos da metade informa o episódio de queda ao médico, apontam os dados dos Centros de Controle de Doenças, dos EUA. Cair uma vez duplica as chances de cair novamente. Somente em 2015, mais de 28.000 idosos morreram como resultado de uma queda.

 

Reduzindo o risco de quedas

 

Para reduzir o risco de quedas, pessoas com 65 anos ou mais devem consultar  o oftalmologista  anualmente. “Atualizar os óculos é necessário para assegurar  que o idoso possa enxergar melhor. Além disso, a consulta oftalmológica anual pode antecipar diagnósticos de doenças que poderiam levar à perda ou redução da visão”, afirma Juan Caballero.

 

Os Centros de Controle de Doenças recomendam, ainda, as seguintes medidas para reduzir o risco de queda:

 

  • Conte para o seu médico se você tiver caído ou se sentir instável. Alguns medicamentos podem causar tonturas ou sonolência e aumentar o risco de quedas. Verifique também os seus pés e discuta o uso de um calçado adequado com os cuidadores;
  • Faça atividades físicas regulares – como tai chi, ioga ou hidroginástica – para melhorar sua força e equilíbrio;
  • Remova os obstáculos em sua casa que pode aumentar as chances de tropeçar. Livre-se de pequenos tapetes soltos ou use fita dupla face para mantê-los no lugar;
  • Instale barras de apoio ao lado e dentro do box e ao lado do vaso sanitário. Use tapetes antiderrapantes no banheiro e no piso do chuveiro;
  • Uma boa iluminação em casa é crucial para evitar quedas. Mantenha sua casa bem iluminada para evitar tropeçar em objetos difíceis de ver.