TENHO CATARATA, MAS MEU OFTALMOLOGISTA QUER ESPERAR UM POUCO ANTES DE REMOVÊ-LA. POR QUÊ?

Assista

Como é feito o diagnóstico e o tratamento da uveíte?

Para diagnosticar a uveíte, os oftalmologistas podem lançar mão de exames de sangue, aparelhos que observam o fundo de olho e até testes oftalmológicos mais refinados. O tratamento varia conforme a causa da uveíte e a região afetada. Se for provocada por sífilis ou toxoplasmose, um dos focos é justamente vencer essas doenças. E, claro, preservar a anatomia do olho com eventuais colírios ou outros remédios. Quando a uveíte é provocada por uma doença autoimune (a exemplo, de novo, da artrite reumatoide), corticoides tendem a entrar em cena para acalmar as células de defesa e controlar os estragos no olho.