TENHO CATARATA, MAS MEU OFTALMOLOGISTA QUER ESPERAR UM POUCO ANTES DE REMOVÊ-LA. POR QUÊ?

Assista

Qual é a diferença entre o glaucoma e a hipertensão ocular?

O glaucoma é considerado como a principal causa de cegueira irreversível no mundo, e isso ocorre por ser um quadro que não apresenta sintomas em grande parte dos casos. A doença pode estar presente e a pessoa não percebe causando uma piora do quadro e progressivamente uma lesão irreversível do nervo que, por sua vez, afeta o campo de visão. A hipertensão ocular significa que a pressão dos olhos – pressão intraocular (PIO) – é maior do que o normal. As pessoas com hipertensão ocular devem ser cuidadosamente monitorizadas por um oftalmologista para se certificar de que não desenvolverão glaucoma. Caso não se tratem, a pressão ocular elevada pode causar glaucoma e perda de visão permanente em alguns indivíduos. A pressão intraocular sobe lentamente com o aumento da idade, assim como o glaucoma se torna mais comum à medida que envelhecemos.