Transplante de córnea

O transplante de córnea é uma cirurgia de reposição da cobertura transparente do olho (córnea) danificada e com perda da transparência. É realizado com o paciente em estado consciente e livre de dores (anestesia local). Remove-se a córnea danificada e sutura-se um enxerto corneano no local.

As doações de tecidos para o transplante de córnea são feitas por pacientes em estado próximo à morte e mantidas em um “banco de olhos”. Ainda que, na maioria dos casos, os tecidos transplantados corram o risco de ser rejeitados pelo organismo por serem considerados “material estranho”, o suprimento de sangue da córnea, por ser muito limitado, reduz em muito este risco, fazendo com que a maior parte dos transplantes apresente ótimos resultados durante muitos anos.

Recomenda-se o transplante de córnea em caso de:

  • Infecção, lesão, dano ou marcas por cicatriz graves da córnea;
  • Córneas que não mais possibilitem a passagem da luz (opacas).