Cirurgias do Canal Lacrimal

imo icones cirurgias 07

Sobre as Cirurgias do Canal Lacrimal

A obstrução congênita das vias lacrimais (OCVL) é uma condição comum presente no primeiro ano de vida, com incidência que varia de 5-20%. A criança geralmente apresenta-se com lacrimejamento excessivo uni ou bilateral, associado a secreção mucosa e irritação da pele adjacente.

No adulto, a obstrução da via lacrimal também se manifesta com o lacrimejamento e na maioria das vezes é por causas desconhecidas.

null

Objetivo dessas cirurgias

Solucionar problemas diversos dos canais lacrimais.

Como funcionam as cirurgias

Obstrução das vias lacrimais em crianças

Na maioria das vezes a obstrução se resolve espontaneamente ou com o auxílio de massagem, que deve ser orientada pelo oftalmologista.

Entretanto, em alguns casos, pode ser necessária a realização de um procedimento chamado sondagem, capaz de romper mecanicamente o bloqueio e reestabelecer o fluxo da lágrima. Esse procedimento pode ser realizado em consultório em crianças colaborativas ou, na maioria das vezes, em ambiente hospitalar.

Procedimentos para olho seco

Quando os tratamentos clínicos não apresentam os resultados desejados, partimos para outras opções:

  • Tratamento com energia térmica localizada: não é uma cirurgia, é um procedimento médico ambulatorial, realizado em ambiente de repouso cirúrgico, com colírio anestésico e alta imediata.
  • Implante de plug: método menos invasivo e provisório, para a oclusão do ponto lacrimal, com a finalidade de aumentar a quantidade de lagrima.
  • Tarsorrafia: procedimento cirúrgico reversível, no qual a fenda palpebral é reduzida, visando diminuir o desconforto ocular do paciente.

Últimos conteúdos do IMO

Fale pelo WhatsApp
Precisa de ajuda? Fale conosco.
Olá tudo bem?
Como podemos te ajudar hoje?